Chatbots: Indo além dos Micro-momentos

Chatbots e micromomentos

Já ouviu falar dos Micro-momentos? Saiba como os chatbots são aliados ao imediatismo de informação da população atual.

Por: Amanda Watanabe*

Somos usuários assíduos de smartphones. Só aqui no Brasil são mais de 110 milhões de usuários, se comunicando, pagando contas, comprando e tendo acesso ilimitado a qualquer tipo de informação na palma da mão.

Com isso, já estamos mais que acostumados a recorrer à tecnologia sempre que precisamos de alguma referência para basear ações e decisões. Se queremos comprar algum produto, vamos direto para a internet para saber mais sobre ele. Se queremos a indicação de algum lugar para ir, também só tirar o celular do bolso. Se temos alguma dúvida, não precisamos esperar para saná-las, e se queremos saber como fazer algo, basta um tutorial na internet.

E o que são os Micro-momentos?

As longas sessões na internet foram substituídas por vários desses pequenos momentos fragmentados que acontecem instantaneamente ao longo do dia. Esse fenômeno é o que o Google chamou de Micro-momentos. Eles são quatro: Momento eu quero saber; momento eu quero ir; momento eu quero fazer e o momento eu quero comprar.

 

Fonte: Think With Google

E como os chatbots se relacionam aos micro-momentos?

 

Para começar, os chatbots se encontram no seu aplicativo de mensagens de preferência, prontos para conversar com você. Eles estão ali, disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana, para tirar suas dúvidas, resolver problemas e trazer informações úteis para satisfazer todos os seus micro-momentos. Além disso, se você já teve a chance de conversar com um chatbot, pôde ver que as suas respostas são praticamente instantâneas, trazendo a informação de forma imediata.

Mas se você leu o título do texto, pode estar se perguntando: como que os bots vão além dos micro-momentos?

 

Eles vão além porque agem através da interação de conversas, que podem ser retomadas a qualquer hora que o usuário tiver um micro-momento. Quando a sua interação acaba, o bot aprende as suas preferências, seus gostos, e até a maneira que você gosta de ser tratado. Além disso, chatbots são puramente a favor da sua experiência. Eles estão ali para que você adquira conhecimento de modo simplificado, mais humanizado e muito mais leve. É muito melhor ter seus micro-momentos com algo que você se sente mais próximo e engajado não é?

Vamos pegar os chatbots da TNH, por exemplo. Por serem chatbots de monitoramento de saúde, eles cuidam de dois dos quatro micro-momentos, o Saber e o Fazer.

Um paciente monitorado por nossos bots interage com eles todos os dias. Quando ele tem uma dúvida, ou uma intercorrência, ao invés de ligar para um médico, ele simplesmente vai ao seu celular e manda uma mensagem ao bot. Esse por sua vez o responde instantaneamente com as devidas informações.

E as interações não acabam aí. A conversa é contínua, então o próprio bot oferece voluntariamente conhecimentos relevantes que muitas vezes o usuário não sabia que necessitava. Dessa forma, o relacionamento e o engajamento são sempre mantidos, de modo a gerar o sentimento de cuidado, muito importante para o bom engajamento e adesão do paciente com o programa.     

 

 

 

 

Quer oferecer aos seus colaboradores micro-momentos especiais com os nossos chatbots? Fale com a gente! 

Amanda Watanabe trabalha com Marketing na TNH Health.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *